sábado, 28 de maio de 2016

'Não seria surpresa se os dois partidos estivessem juntos'

Não se deve estranhar se PSD e PP saírem juntos nas eleições deste ano. Foi o que afirmou o prefeito Silveira Júnior (PSD), pré-candidato à reeleição, ao comentar sobre a ida da professora Izaura Rosado à Fundação José Augusto e indicada pelo PP. Ocorre que o Partido Progressista tem uma pré-candidata, que é a ex-governadora e ex-prefeita Rosalba Ciarlini. Nesta entrevista, o prefeito fala sobre o tema, rebate críticas feitas por Rosalba e discorre sobre PT e composição da chapa proporcional. Veja abaixo:

O ano de 2016 tem a particularidade de reduzir o período administrativo em virtude das eleições. Como o senhor pretende trabalhar obras, editais e serviços?
De maneira alguma. A redução do período administrativo não tem relação com as eleições. O expediente corrido, das 7h às 13h, já vem sendo adotado desde o ano passado, como medida para redução de custeio, como energia, água, combustível, entre outros. Acredito que 80% ou mais dos prefeitos do Rio Grande do Norte adotaram essa medida. No entanto, isso não prejudica obras ou serviços, pois todos os servidores estão empenhados para cumprir suas atribuições dentro do expediente corrido.

Qual a projeção que se pode fazer, administrativamente, para este ano?
A melhor possível. Estamos enfrentando a maior crise da história e estamos conseguindo manter os serviços essenciais funcionando, conseguindo manter a folha em dia, e até conseguindo abrir novos serviços. Há muita coisa que plantamos e ainda vamos colher, como o nosso parque municipal e muitas obras que iremos entregar ainda esse ano.

O senhor lançou, recentemente, o Parque Municipal e expôs a maquete do Santuário de Santa Luzia. Dará tempo para apresentar algo concreto à população?
O Parque Municipal é uma realidade. As pistas já estão 90% concluídas, assim como o Pórtico. Iremos agora iniciar a iluminação e em junho começaremos as quadras e equipamentos de praças e parques. A previsão é de que em 1º de julho possamos entregar uma parte do parque e a outra parte até dezembro. Sobre o Santuário de Santa Luzia, tudo que estava ao nosso alcance, nós já fizemos. Não terá dinheiro público. Terá a participação da iniciativa privada e será uma obra para a história. Será uma nova cadeia produtiva, que irá fomentar 52 segmentos, gerando emprego e renda.

Como o senhor tem trabalhado para quitar dívidas, pagar servidores e, ao mesmo tempo, equilibrar as finanças na atual conjuntura econômica do País?
Desde que assumimos a Prefeitura de Mossoró, iniciamos um trabalho de redução dos gastos com o dinheiro público, a começar com o fim da personificação dos símbolos da Prefeitura, o que resultou em uma economia de quatro a cinco milhões de reais. A cada quatro anos, mudava-se tudo na Prefeitura. Cores, adesivos, fardas, pintura de prédios, tudo com as cores adotadas pela nova gestão. Depois realizamos uma auditoria na folha de pagamento e conseguimos reduzir mais de um milhão de reais. Outra medida foi o controle dos plantões e horas extras. Quando assumimos encontramos o absurdo da utilização de plantões e horas extras como complemento salarial para alguns profissionais. Hoje, esse pagamento é feito a quem realmente tem direito, aos profissionais que trabalham nesses plantões. Recentemente implantamos o almoxarifado central, que acarreta uma economia de 30% a 40%. Também conseguimos reduzir custos com a implantação da usina de oxigênio, que possibilitou que deixássemos de gastar meio milhão de reais por mês, para gastar meio milhão de reais por ano. Reduzimos as secretarias, de 19 para 11. E graças a todas essas reduções, estamos conseguindo enfrentar a pior crise da história desse país. Estamos administrando a Prefeitura com uma receita de cem milhões de reais a menos que os anos anteriores. Sempre digo que crise passa, e quando essa passar, estaremos bem situados e poderemos avançar muito com obras, infraestrutura e melhorias para o servidor e para a nossa cidade.

Recentemente o PT saí da sua base. Como o senhor viu essa decisão?
O PT ainda não saiu oficialmente. Foi uma decisão da executiva, e esperamos ainda espera que o partido continue na nossa base. Temos bons aliados, pessoas que constroem, que opinam e participam do nosso governo. Espero que continuem, mas qualquer que seja a decisão, nós vamos respeitar.

A ex-governadora Rosalba Ciarlini, em recente aparição na propaganda do PP, fez críticas à sua administração, indiretamente....
Não tenho nada contra a ex-governadora Rosalba Ciarlini, votei nela inúmeras vezes e só posso lamentar a atitude da ex-governadora em usar um programa político de TV, que tem o objetivo de apresentar propostas ao eleitor para criticar um gestor. Me impressiona ainda mais porque ela passou por isso, de forma pelo menos dez vezes menor do que estamos passando. Ao contrário do que ela disse no programa, quando foi governadora, ela teve que demitir mais de mil funcionários do MEIOS. Quando foi prefeita, também demitiu mais de mil pessoas da Prefeitura. Nós, ao contrário, conseguimos contratar mais de 600 pessoas em dois anos, ao invés de demitir. Me impressiona essas críticas partindo de uma governadora que atrasou folha e teve seu governo marcado por escândalos. Talvez ela não queira reconhecer que estamos pagando a folha em dia, abrindo novos serviços, e conseguindo tirar do papel todas as propostas que estavam no nosso plano de governo, mesmo com cem milhões de reais a menos, ao contrário do que ela fez. Ela prometeu uma obra no Nogueirão no valor de R$ 40 milhões, apresentou até uma maquete, e não foi feito. O Teatro Lauro Monte, também não conseguiu reabrir. Teve oportunidade de resolver o plus da oncologia de Mossoró e também não resolveu. Foi um governo pífio, que deixou muito a desejar, em uma crise que não chega a ser 10% da atual. Se você comparar, o governo dela na época em que o município ia muito bem, não foi construído um hospital municipal, não foi construída uma maternidade e não foi construída nenhuma obra que hoje desse sustentabilidade à cidade, apesar de haver recurso para isso. Ela sempre confiou no sal, petróleo e fruticultura, não fez nada para aquecer e fomentar essas cadeias, e também não se preocupou em criar uma nova cadeia produtiva para Mossoró. Um dos grandes problemas que estamos passando hoje é a falta de investimento para termos retorno, que deveria ter sido planejado no passado e não foi. Nós estamos pensando na Mossoró de agora, e de amanhã, a exemplo do Santuário de Santa Luzia.

O senhor vai à reeleição?
Reeleição é algo que vou decidir na época certa. Em virtude da crise, não podemos pensar na administração e na eleição.  Eu preferi tomar essa decisão juntamente com meu presidente de partido, somente no mês de julho. Mas, se você analisar, os últimos gestores de Mossoró, Fafá Rosado, Rosalba Rosado e Dix-huit Rosado, tiveram de 8 a 12 anos. Nós estamos somente há dois anos e enfrentamos a pior crise da história. Fica quase impossível resolver todos os problemas da cidade em apenas três anos. Conseguimos resolver problemas graves, que ninguém nunca tinha tido coragem para resolver, como o transporte público, o Nogueirão, a maternidade, mas nós precisaríamos de mais tempo para implementar toda a mudança que pretendemos. Se conseguirmos viabilizar o nosso nome, estamos sim pensando em uma candidatura de reeleição, mas só vamos decidir na época certa.

Especulou-se que a ida da professora Izaura Rosado, cunhada da ex-governadora Rosalba Ciarlini, para a Fundação José Augusto, teria passado por Mossoró. O governador Robinson Faria conversou com o senhor sobre o fato?
Conversou sim. O PP é aliado do governador e o deputado Beto Rosado esteve nas eleições com o governador Robinson Faria. Inclusive eu ajudei nessa coligação. Eu fui o advogado de Beto Rosado nas eleições de 2014 para viabilizar essa união. Com essa saída do PT do governo, abriram-se novos cargos, e era normal que o governador convidasse o PP, que é um partido aliado e não estava participando do governo. Vejo como um fortalecimento. Vejo que o PP está cada vez mais próximo do governador Robinson, que é nosso líder maior, e para mim não seria surpresa, se nas eleições desse ano, os dois partidos estivessem juntos. 

Como o senhor pretende conduzir o processo de aliança às eleições deste ano? Já tem conversas sobre a composição da chapa?
No período de pré-campanha saímos muito fortalecidos. Acredito que dos grupos que pretendem concorrer nas eleições desse ano, o nosso grupo foi o que saiu mais fortalecido. Saímos com 16 partidos, dos 30 existentes. Saímos com 167 pré-candidatos a vereador, com o maior tempo de televisão, com o maior número de vereadores com mandato. Acredito também que nos fortalecemos muito com a filiação do Reitor Pedro Fernandes. Isso nos deixa em uma situação mais tranquila em relação aos outros candidatos, mas nós vamos conversar sobre composição de chapa e sobre candidatura somente em julho.

Qual será a ideia a ser trabalhada com relação à chapa proporcional?
Nós temos 16 partidos na chapa proporcional. Vamos esperar essa decisão do PT, caso ele saia, nós iremos sair com 15. A ideia é sair com cinco coligações, de três partidos, cada uma. E pretendemos eleger de 14 a 16 vereadores.


quarta-feira, 25 de maio de 2016

BIC's rendem prêmio nacional a Mossoró

A Prefeitura de Mossoró foi reconhecida nacionalmente mais vez. Nesta quarta-feira, 25, o prefeito Francisco José Júnior recebeu o Prêmio da Associação Nacional dos Prefeitos e Vice-Prefeitos da República Federativa do Brasil (ANPV), edição 2016. A solenidade aconteceu no Auditório Petrônio Portela do Senado Federal, em Brasília. 

O comitê avaliador da ANPV apontou nesta premiação os cem melhores gestores municipais do país, de acordo com os seguintes critérios: excelência na gestão, segurança pública, combate às drogas, sustentabilidade e meio ambiente.

"Para mim e toda a Mossoró é uma honra receber o reconhecimento de uma Associação de tamanha idoneidade, como a ANPV, que tem trabalhado ativamente em defesa dos municípios. Especialmente porque foram analisados diversos pontos, o que significa que estamos fazendo o certo na administração", comemorou Francisco José Júnior.

O destaque para a conquista do prêmio foi o resultado obtido por Mossoró com o projeto das Bases Integradas Cidadãs (BICs). Atualmente o município conta com sete destas unidades, que têm sido determinantes para o controle dos índices de criminalidade.

"Como todos sabem, a segurança pública não é uma prerrogativa do município, no entanto, nossa gestão elegeu a segurança da população como prioridade e assim ampliamos de uma para sete Bases em apenas dois anos, atendendo todas as áreas de Mossoró", explicou o prefeito, que pretende continuar com o plano de ampliação das BICs na cidade.

Atualmente, as unidades, que funcionam a partir do trabalho ostensivo e de prevenção em conjunto entre a Guarda Civil Municipal e a Polícia Militar, estão instaladas no Santo Antônio, Paredões, Sumaré, Abolições, BIC Tur, Vingt Rosado e Boa Vista.


Nos últimos dois anos, Mossoró recebeu outros prêmios de reconhecimento nacional. A cidade já foi classificada em 28º lugar entre os municípios de grande porte que mais investem em saúde e educação, além de ser apontada como uma das 50 melhores para se viver e integrar o G-20 dos municípios com melhores indicações econômicas da região Nordeste.

Fonte: Secom/PMM

Prefeito recebe comissão do Sindiserpum

O prefeito Francisco José Júnior recebeu, na manhã da última terça-feira, 24, uma comissão do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum). A reunião aconteceu, no Palácio da Resistência, para discutir o reajuste salarial do funcionalismo e do auxílio deslocamento destinado aos professores da Rede Municipal de Ensino. 

“Com relação ao reajuste salarial, melhoramos a proposta apresentada há 15 dias. Entendemos a importância da valorização dos servidores e estamos propondo um percentual dentro de nossas possibilidades. Contamos com a sensibilidade do funcionalismo municipal, tendo em vista que atravessamos uma grave crise econômica”, declarou o chefe do Executivo Municipal. 


A presidente do SindiSerpum, Marleide da Cunha, disse que aguardará a disponibilização de termo oficializando a proposta. “Vamos esperar termo oficial com a proposta de reajuste, para encaminharmos à assembleia da categoria, que apontará a decisão dos servidores”, explicou.

SMS e Maçonaria realizam ação de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde e a Maçonaria realizam neste sábado, 28, uma ação de saúde na Loja Maçônica União Mossoroense, situada no bairro Aeroporto. A mobilização acontecerá das 8h às 12h e contará com diversos profissionais e iniciativas de prevenção e promoção à saúde.

Durante a ação, a Secretaria oferecerá serviços de cálculo de Índice de Massa Corpórea (IMC), verificação de pressão arterial, testes de glicemia, ginástica laboral, aplicação de flúor, confecção e atualização de cartão SUS e oficinas de pinturas relativas ao 18 de Maio, que reverencia a luta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes.

O evento contará com profissionais da Blitz do Coração, sendo enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionistas e auxiliares de saúde. “A Secretaria de Saúde e a Maçonaria realizam ações periódicas em benefício da população, que focam ações e orientações na qualidade de vida da comunidade”, afirma a secretária da pasta, Leodise Cruz.


A Loja Maçônica União Mossoroense está situada à Rua Anderson Dutra, no bairro Aeroporto. 

terça-feira, 24 de maio de 2016

Os urubus sempre rondam carniça

Definitivamente: os brasileiros estão lascados. Uma presidente foi afastada sob acusação de abonar a corrupção e assume um interino que estaria, indireta ou diretamente, envolvido em igual problema. Os que defendiam, e defendem o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) estão sentindo os efeitos da situação. A primeira delas, a mudança na sistemática relacionada à aposentadoria. Quem, diante dos agouros que afligem o País, sobreviverá até aos 75 anos e, depois disso, vai levar uma vidinha regrada à sombra e água fresca?

Difícil imaginar que o titular deste espaço chegue lá. Até porque a crise econômica não afeta apenas investidores, bolsas de valores, bancos... Atinge diretamente o cidadão que morre de trabalhar dia após dia para, ao chegar ao fim do mês, ter que esperar mais uns dias para receber seu salário. Sim, pois as empresas passam por dificuldades. Quem é que vai suportar tanto aperreio? A alternativa que parece mais viável, para uns e outros, é o ato extremo, cujo nome o blog se nega a nomear. Prefere chamá-lo de "Valdemort", ou simplesmente "aquele que não se pode nomear. Tal é o grau de complexidade que envolve suas letras.

O Brasil passou a ser um país de ficção. Emprega-se palavras de apelo moral enquanto que a teoria dos que as diz é outra. E assim, de letra em letra, palavras vão se formando e criam o corpo de uma só expressão: indignação.

De que vale o cara sair de casa para votar e, ao final, ter seus direitos subtraídos em nome de algo que não se detalha? Quem é que vai pagar o rombo dos cofres públicos? Sim, o titular do blog está no meio dos que vão pagar a fatura. E nem adianta choramingar, pois até completar os 75 anos da aposentadoria não sobrará dinheiro para garantir um lugarzinho no Amantino Câmara. O Governo terá surrupiado até a última moeda.

E os problemas só se avolumam: escassez de dinheiro, bolso liso, barriga vazia e um monte de contas a pagar. E ainda tem que se aturar o nhém, nhém, nhém político de alguns desavisados que só miram a própria barriga. Olhem, pois até isso vão perder. Vai chegar o tempo em que não se terá nada. Nem vergonha. E isso é algo que está presente, e bem, no Congresso Nacional. 

E o pior é que a culpa é de todos nós, cidadãos, que ainda não aprendemos a votar. A famosa lábia ideológica ou o discurso fácil de alguns ainda são capazes de manter viva a famosa pele de cordeiro. E os lobos atacam depois do voto na una. Para a gente, o que resta é a carniça. E tem que dividi-la com os urubus, que sempre rondam o defunto. No caso, o povo brasileiro.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Novo Sistema de Transporte começa neste sábado

O prefeito Francisco José Júnior apresentou à população, na tarde desta quinta-feira, 19, os ônibus que serão utilizados na cidade. O Novo Sistema de Transporte Público começa a funcionar a partir deste sábado, 21. Além de populares e imprensa, autoridades políticas e militares estiveram presentes na solenidade que foi realizada na Estação das Artes Eliseu Ventania. A frota é da empresa Cidade do Sol, responsável pela operação do transporte público na cidade.

Com a operação do novo sistema, os usuários do transporte público terão inúmeras melhorias no serviço. São serviços como a bilhetagem eletrônica, a integração, o aumento do número de linhas e a redução do tempo de espera na parada. A população poderá usufruir de ônibus de mais qualidade e serviço mais pontual.

“Fico muito feliz em poder apresentar esses ônibus e saber que vai ajudar no dia-dia de milhares de estudantes e trabalhadores que necessitam do transporte público. A população vai sentir a diferença. Nesse novo sistema teremos uma linha exclusiva para o Santo Antônio, que nunca tivemos antes. Todas as linhas integram com as universidades e passam pelo Corredor Cultural. Com um serviço de qualidade, a  intenção é que a demanda cresça”, destaca o Chefe do Executivo local.

A equipe técnica da Secretaria Executiva de Mobilidade Urbana informa que em até 20 dias deve divulgar o quadro de horários e a estimativa do tempo médio da espera em cada parada. “Toda a organização das linhas foi feita baseada na pesquisa Origem e Destino realizada entre 2014 e 2015. Através dela, montamos todo o itinerário e constatamos a necessidade da população. Os usuários ficarão satisfeitos com o novo sistema”, declara Ramon Nascimento, diretor de transportes da Semob.

Embora a operação em definitivo comece no sábado, a empresa Cidade do Sol já vem operando em caráter emergencial desde o dia 21 de março. O novo Sistema de Transporte Público vai atender praticamente 100% da zona urbana com a inclusão de novos bairros, universidades, shopping e UPAs. Todo o itinerário dos ônibus vai ser disponibilizado nos ônibus e no próprio site da prefeitura. 


Fonte: Secom/PMM

PMM garante apoio ao Potiguar na Série D

A Prefeitura Municipal de Mossoró confirmou apoio publicitário ao time do Potiguar, que disputará a Série D do Campeonato Brasileiro este ano. A garantia foi dada pelo prefeito Francisco José Júnior e pela secretária de Comunicação Luziária Machado ao presidente do clube Benjamim Machado na manhã desta sexta-feira, 20, durante reunião no Palácio da Resistência.

“Vamos usar parte da nossa verba de publicidade para patrocinar o time e estimular o clube a continuar com bons resultados, representando bem a nossa cidade nacionalmente”, falou o prefeito.

O Potiguar estreia na Série D do Campeonato Brasileiro no dia 12 de junho, às 17h, no Estádio Professor Manoel Leonardo Nogueira, onde enfrentará o Itabaiana, de Sergipe. Nesse grupo, o Potiguar terá como adversários na primeira fase da competição o Uniclinc do Ceará e o Serra Talhada, de Pernambuco.


Fonte: Secom/PMM

Aduern perde força: não emplaca greve e nem reajuste

O que houve com a Associação dos Docentes da Universidade do Estado do RN (Aduern)? Depois de cinco meses de negociação, a categoria não emplacou o que mais queria: reajuste salarial. E nesta sexta-feira, veio o que se chama de "última pá". É que a associação realizou assembleia para deliberar sobre greve de professores. E a proposta não vingou.

Aliás, nenhuma proposta vingou. A questão salarial, cujo percentual reivindicado era de 98%, caiu por terra. O Governo do Estado bateu o pé e não concedeu. Valeu a prerrogativa de que o limite prudencial não permitia avançar em conquistas salariais. O Governo concedeu um alento, o qual veio por meio de uma espécie de "agrado", mas este não fica agregado ao salário. Trata-se de uma bonificação.

Nesta sexta-feira, além da greve, outra proposta que não vingou foi a de que a categoria deveria parar as atividades por cada dia que excedesse na data do pagamento. Se o salário estava previsto para sair no dia 30, por exemplo, e o dinheiro entrar nas contas dos professores no dia 10 do mês subsequente, eles deveriam parar por 10 dias. Algo que também não deu certo.

A alternativa encontrada pela Aduern foi aderir à parada que os servidores estaduais estão programando para os próximos dias. E só.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Será que 2016 vai repetir 2012?

Tem gente afirmando que a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) seguiria com a candidatura em risco, já que existiria a possibilidade de revés no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), assim como o projeto de reeleição do prefeito Silveira Júnior (PSD) não vingaria, igualmente ao da ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSB). O blog, que não é afeito às coisas do Direito e é completamente leigo no assunto, não pensa dessa forma.

Qual seria o sentido de se ter um acórdão, com sentença e tudo, publicado? Fosse procedente o que se diz, não se tinha documentos na esfera eleitoral dando idoneidade política à Rosalba, Silveira e Larissa. Eles podem até ter sido acusados de práticas ilícitas, mas foram absolvidos pela Justiça. Contra Silveira existiria o fato de ele não ter se desincompatibilizado da presidência da Femurn em tempo hábil. Contudo, obviamente que ele tem assessoria jurídica, e esta deve ter orientado sobre a questão. Se ele permaneceu à frente da instituição, certamente seus advogados garantiram que não existiria problema.

Assim sendo, e em meio às conversas de rua, poderemos reviver algo que foi danoso em 2012: uma campanha judicializada e que colocou em risco o futuro da cidade. Sim, pois tivemos uma prefeita cassada e uma série de volta e sai desenfreado, o que causou instabilidade administrativa em Mossoró. 

Será que as lideranças políticas não aprenderam? Será que vão apresentar ao povo um repeteco do que não deu certo?

Não é melhor respeitar o resultado das urnas para evitar problemas à população ou o que vale são ambições pessoais em detrimento do desenvolvimento coletivo? Chega uma hora em que não se concebe a ideia de que alguns tem em querer chegar ao poder, ou se manter nele, a fina força. Por isso que as eleições de 2014 foram desastrosas para uns. O eleitor já cansou e percebeu que não está ganhando nada, em termos de benefícios administrativos e sociais, com determinadas candidaturas...

terça-feira, 17 de maio de 2016

Quem será o vice de quem?

A alteração no calendário eleitoral mudou algo que era certo: especular. Como em anos anteriores já se sabia, a esta altura do campeonato, quem seria o candidato e seu vice, a mudança na data para a realização das convenções partidárias é um verdadeiro martírio. De lado a lado. Fala-se muito. Especula-se muito. Diz-se o que não se sabe e o que se percebe é uma total falta de informação. Generalizada.

E os dias vão se passando sem que se tenha confirmação de alguma coisa. O que se sabe é que alguns nomes estariam definidos. Ou quase. Mas poucos têm coragem de assumir projetos que serão oficializados ainda em julho. E para uns isso seria cedo para confirmar alguma coisa.

Já se sabe que a ex-governadora e ex-prefeita Rosalba Ciarlini (PP) deverá ser candidata ao Palácio da Resistência. Foi dito, inicialmente, que a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) seria sua candidata a vice. Não houve, contudo, confirmação. O blog entende que o papel de dizer alguma coisa é do PMDB.

Dias passados saiu a notícia de que o vice de Rosalba seria novidade. O blog entende que a ex-governadora não vai apostar em novidades. Até porque não acrescentaria ao projeto. E se for alguma imposição, o blog entende que não funcionará. Não agora.

Assim sendo, a novidade que poderá surgir com Rosalba seria a entrada do vereador Francisco Carlos (PP) como opção à composição da chapa ou o ex-deputado estadual Leonardo Nogueira (PMDB). Contudo, todas as apostas ainda se voltam para Fafá. Desses três deve sair o nome à chapa de Rosalba.

Do lado de Tião da Prest (PSDB), o certo é que o nome a compor a chapa seria o também empresário Jorge do Rosário. Se bem que tem a história especulativa de que o PDT poderia indicar o vereador Genivan Vale... Tudo na especulação. Até porque a chapa do PDT estaria formada: Genivan e o também vereador Tomaz Neto.

Do grupo governista, outra incógnita: não se sabe quem poderá ser o companheiro de chapa do prefeito Silveira Júnior (PSD). O PT não será. Isso é certeza. Até porque não faz sentido o Partido dos Trabalhadores voltar à ala governista depois do rompimento do vice-prefeito Luiz Carlos e da decisão petista em romper politicamente com a atual administração. Fala-se em Gutemberg Dias (PC do B) ou no reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Fernandes, que se filiou ao PSD. Contudo, o blog não crê nessa especulação. Até porque não faz sentido o reitor deixar a Uern para ser candidato a vice-prefeito.

Programação dos 20 anos de MCJ é anunciada


Celebrando 20 anos de história em 2016, o Mossoró Cidade Junina (MCJ) teve sua programação anunciada na tarde desta segunda-feira, 16, pelo prefeito Francisco José Júnior, na Estação das Artes Elizeu Ventania. O evento já se consolidou entre as principais festividades juninas do país e conta com atrações nacionais, o talento local e outros projetos como destaques.

Este ano a festa acontece no período de 4 a 26 de junho. Entre as bandas confirmadas para as noites de shows na Estação das Artes estão nomes reconhecidos no cenário musical brasileiro, como Aviões do Forró, César Menotti e Fabiano, Victor e Léo, Solteirões do Forró, o poeta Dorgival Dantas, a dupla Simone e Simaria, Joelma Calypso, Chicabana, Bonde do Brasil, Thábata Mendes e Toca do Vale.

“Faremos o maior Mossoró Cidade Junina da história nestes 20 anos do evento, que faz parte do calendário de festas do país. O comércio, rede hoteleira e outros setores são aquecidos durante esse período. Com isso, todo o investimento feito é revertido cinco vezes mais para a cidade”, comentou o prefeito Francisco José Júnior.

O tradicional ‘Pingo da Mei Dia’ abre o evento no dia 4 de junho com sete atrações, animando o público em três trios elétricos ao longo do Corredor Cultural. Samyra Show, Thábata Mendes, Aline e Dayvid, Renata Falcão, Giannini Alencar, André Luvi e Ewerton Linhares comandarão a festa, além de outros artistas mossoroenses, por meio do projeto São João da Terra.

O São João da Terra iniciará todas as noites de apresentações musicais na Estação das Artes. O talento potiguar também estará em evidência no espetáculo Chuva de Bala e na Cidadela, projetos que fortalecem a programação do Mossoró Cidade Junina. “Todos os projetos terão grande destaque dentro da programação. Shows, Chuva de Bala, Cidadela, Domingo de São João, São João da Terra abrilhantarão o evento”, completou o prefeito.

Atrações religiosas também compõem a programação do MCJ 2016, através do projeto Domingo de São João, que reforça a religiosidade caraterística dos festejos juninos. A Banda Divina Luz, padre Nunes e Doidin de Deus são as apresentações confirmadas.

TOCHA OLÍMPICA - Uma das particularidades deste ano é a passagem do revezamento da Tocha Olímpica no dia 6 de junho, com participação de personalidades do esporte e anônimos, encerrando com grande show do forrozeiro potiguar Dorgival Dantas.

“O revezamento da Tocha Olímpica abrilhantará ainda mais essa grande festa. Será um dia a mais de celebração no Mossoró Cidade Junina, para coroar os 20 anos do evento. A festa começa com o Pingo, no sábado. No domingo, faremos uma edição especial do Viva Rio Branco, com várias atividades esportivas acontecendo na mesma hora, e na segunda-feira, teremos a presença do maior símbolo do esporte olímpico. Por isso, convidamos todos os mossoroenses e turistas para participarem desse momento histórico. Juntos mostraremos a força da cidade para todo o mundo”, finalizou o prefeito.

MOSSORÓ CIDADE JUNINA 2016 – palco da Estação das Artes
- Dia 4 de junho (Pingo da Mei Dia): São João da Terra, Thábata Mendes, Aline e Dayvid, Giannini Alencar, André Luvi, Renata Falcão, Ewerton Linhares e Samyra Show;
- Dia 6 de junho (Revezamento da Tocha Olímpica): São João da Terra e Dorgival Dantas;
- Dia 9 de junho: São João da Terra, Felipe Grillo e Simone e Simaria;
- Dia 10 de junho: São João da Terra, Brilhantes do Forró e Joelma Calypso;
- Dia 11 de junho: São João da Terra, Farra de Playboy, Forró dos Três e César Menotti e Fabiano;
- Dia 12 de junho (religioso): Banda Divina Luz;
- Dia 16 de junho: São João da Terra, João Neto Pegadão e Solteirões do Forró;
- Dia 17 de junho: São João da Terra, Aline e Dayvid e Aviões do Forró;
- Dia 18 de junho: São João da Terra, Volney Saraiva, Caninana do Forró e Chicabana;
- Dia 19 de junho (religioso): Doidin de Deus;
- Dia 23 de junho: São João da Terra, Disco de Vinil e Bonde do Brasil;
- Dia 24 de junho: São João da Terra, Farra de Rico, Pegada de Luxo e Toca do Vale;
- Dia 25 de junho: São João da Terra, Jonas Esticado, André da Mata e Victor e Léo;
- Dia 26 de junho (religioso): Padre Nunes;


Fonte: Secom/PMM

quinta-feira, 12 de maio de 2016

UERN encaminha edital de concurso ao Idecan

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) esclarece que, como é de conhecimento público, o Concurso para docentes e técnicos administrativos da UERN será regido por edital e realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN).

A coordenação é da Comissão Central de Concurso (CCC/UERN) composta por: Profa. Cicilia Raquel Maia Leite; Prof. Luís Marcos Guerra; Profa. Fatima Raquel Rosado Morais; Profa. Elizabeth Silva Veiga; TNS. Ticiane Teixeira Silva; TNS. Taisa Cristianne Lopes de Melo; Prof. José Ronaldo Pereira da Silva; Profa. Suzana Carneiro de Azevedo Fernandes, designados pela Portaria nº 0688/2016 – GP/FUERN, do Presidente da FUERN. Esta comissão está sendo sediada na PRORHAE.

De acordo com a Profa. Cicília Maia, a Comissão está trabalhando intensamente para lançar o edital com maior brevidade. Já foram encaminhadas as minutas dos Editais (Técnico Administrativo e Docentes) para a empresa IDECAN, que fará a análise jurídica. “Estamos aguardando a avaliação final para que possamos avançar para próxima etapa. O edital será publicado no Diário Oficial do Estado e será amplamente divulgado nos veículos de comunicação. Por fim, orientamos aos possíveis candidatos interessados que fiquem sempre checando a página da UERN e a página do Diário Oficial do Estado”, declarou Cicília Maia.

O edital trará o detalhamento de vagas e todas as informações pertinentes ao Concurso.

Fonte: Agecom/UERN

Município prepara inauguração do SVO

A Prefeitura Municipal de Mossoró prepara a abertura do novo Serviço de Verificação de Óbito (SVO), que se dará em parceria com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). A inauguração se dará no dia 24 de maio, na Faculdade de Ciências da Saúde (FACS), situada no bairro Aeroporto.

O novo SVO investigará causas de óbitos desconhecidas, mal definidas ou sem assistência médica. Essa investigação, além de facilitar a emissão de declaração de causas de mortes, também intensificará o trabalho em torno do quadro epidemiológico do município. É que o conhecimento das causas de mortes, hoje tidas como desconhecidas, fará com que o município possa tomar medidas mais eficazes na prevenção e no combate às doenças.

O serviço funcionará nas instalações da FACS e também será um importante equipamento para colaboração didática e científica da comunidade acadêmica da Uern. O recebimento dos óbitos se dará no horário das 8h às 12h. A estrutura contará com 10 técnicos de necropsia, quatro patologistas, 1 histopatologista, 2 assistentes sociais, 2 auxiliares de gestão e 2 diretores.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Leodise Cruz, o SVO poderá receber óbitos de mais de 60 municípios do RN. “A Prefeitura custeará a folha de pagamento dos profissionais e aquisição de insumos; a Uern entra com a cessão do espaço e de alguns equipamentos, e o Ministério da Saúde com uma ajuda financeira de R$ 40 mil por mês”, explica.

Ainda de acordo com a secretária, o novo serviço será um salto importante para a saúde pública municipal. “O equipamento irá nos trazer informações confiáveis sobre as causas de mortes e fortalecerá nossas estatísticas de saúde, que terão dados mais concretos para trabalhar a prevenção e o combate às doenças”, relata, destacando que mortes violentas ou suspeitas continuarão com o Instituto Técnico-Científico de Polícia do RN (ITEP).


A solenidade de inauguração contará com a presença do prefeito Francisco José Júnior, da secretária de Saúde Leodise Cruz, do reitor da Uern Pedro Fernandes Neto e de diversas autoridades da universidade e do Município. O evento de abertura está previsto para ser iniciado às 16h, na estrutura já equipada para receber o SVO, nas instalações da FACS.

Fonte: Assecom/PMM

quarta-feira, 11 de maio de 2016

2016: embate entre passado e presente

Os ritos da campanha eleitoral este ano, apesar de não se ter calendário eleitoral definido, já começaram. E todo mundo sabe que haverá polarização de dois grupos: o do prefeito Silveira Júnior (PSD) e o da ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP). Passado e presente vão, inevitavelmente, ser confrontados. E, nessa seara de comparações, alguém levará a pior. Isso eleitoralmente falando.

É sabido que a ex-governadora enfrentou problemas de ordem administrativa quando passou pelo Governo do Estado. Certamente será um dos temas difundidos durante a campanha eleitoral que se aproxima.

O discurso de reconstrução do RN, aliado ao apoio político da época, projetou a então senadora Rosalba Ciarlini, nas eleições de 2010, ao Governo do Estado. O cenário daquele tempo, contudo, não foi positivo para Rosalba, que enfrentou uma série de problemas decorrentes de planos de cargos. Além disso, teria faltado ampliação do diálogo com a base. E foi essa ausência que culminou com o isolamento dela em 2014. A ponto de o seu partido, o DEM, negar legenda para que ela tentasse a reeleição.

Tudo isso voltará agora. Obviamente com um teor mais apimentado, pois o blog entende que o tema será explorado com gosto de gás. Se surtirá efeito, só o tempo dirá.

Quando o blog disse que passado e presente vão se confrontar, foi justamente nesse sentido. Mossoró vai presenciar um embate interessante: uma ex-prefeita e ex-governadora contra um prefeito que tenta a reeleição. O vencedor ou vencedora da discussão obviamente será o que mais votos tiver.

terça-feira, 10 de maio de 2016

Femurn participa da XIX Marcha dos Prefeitos

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) está participando da XIX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, mobilização realizada anualmente, organizada pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), onde são apresentadas as reivindicações do movimento municipalista. Esta edição da Marcha tem como tema “desafios de final de mandato”.

Para o presidente da FEMURN, Francisco José Silveira Júnior, a expectativa da marcha é que os prefeitos possam discutir mecanismos que melhorem a gestão municipal: “A participação na Marcha em defesa dos Municípios é muito importante. Neste momento de grave crise financeira do país, onde enfrentamos constantes quedas de repasses e arrecadação, discutirmos formas de viabilizar as pautas municipalistas é fundamental. A participação neste evento trará boas perspectivas para a gestão municipal”, afirma Francisco José.

Prefeitos e representantes dos municípios do Rio Grande do Norte estão participando da mobilização, que conta com a presença de gestores, secretários, vereadores, senadores, governadores, parlamentares estaduais e federais, ministros e presidente da República. No encontro, serão debatidas as dificuldades vivenciadas pelos gestores municipais no atual cenário e oportunidades para identificar eventuais soluções.

Dentro da agenda da Marcha, os prefeitos participam, nesta terça, da plenária Ações frente à crise, que fará um retrato dos efeitos da crise sobre a gestão municipal. Logo depois, haverá assembleia-geral para debater os assuntos-chaves do movimento municipalista brasileiro. Também será feita a entrega do prêmio Prefeito Empreendedor, promovido pelo Serviço Brasileiro de apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Ao longo da programação, haverá debates sobre o Pacto Federativo, desafios da judicialização na administração pública e desenvolvimento sustentável nos municípios brasileiros.

O evento terá programação até a próxima quinta-feira (12), e o encerramento será feito pela leitura da Carta que encerra a XIX edição da Marcha.


Fonte: Assessoria/Femurn

Prefeita de Areia Branca é cassada

A prefeita Luana Bruno (PMDB) foi cassada, ainda a pouco, pela Câmara Municipal. Ela foi acusada de crime de improbidade administrativa em dois processos. A saída de Luana do cargo deixa a política da cidade praiana em ebulição. Ela já havia externado que iria buscar a reeleição.  A vice-prefeita Lidiane Garcia assume as funções.

Luana Bruno é filha do ex-prefeito Bruno Filho. Ele também havia sido cassado, em um passado não muito distante, por prática de corrupção eleitoral. Quis o destino que sua filha tivesse seguisse o mesmo caminho. O blog não está aqui dizendo que houve crimes. E certamente a prefeita cassada irá recorrer da decisão da Câmara Municipal.

Com a ascensão de Lidiane Garcia, os acordos políticos que eram tidos como certos devem sofrer alteração.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

PMM suspende licitação para analisar documentos

Acompanhando o desenrolar da licitação do "Mossoró Cidade Junina", o blog percebeu que o clima não estaria agradável ao evento. As suspeitas de documentos falsificados, apresentados por uma das três empresas que seguiram na disputa, acirrou os ânimos. Algo que, de certo modo, poderia ser evitado. Isso se empresários que trabalham na área fossem, não a maioria, éticos. E quando se faz algo errado, tem mais é que se questionar mesmo.

E, tomando como base essa premissa, o blog questionou a Secretaria Municipal de Comunicação sobre o fato. A resposta foi de que o evento, o Cidade Junina, atraiu 30 empresas interessadas em coordená-lo este ano. Deste total, nove seguiram na disputa pela licitação. Destas, apenas três concorrentes permaneceram no páreo.

Ocorre que a empresa vencedora foi considerada inabilitada por vícios na documentação. A Comunicação informou que, como é de praxe, a segunda colocada foi declarada vencedora. Mas as concorrentes entraram com recurso para impugnar o resultado. E o que se tem é a notícia de que a situação teria virado caso de polícia. Algo que foge totalmente dos preceitos relacionados a um processo licitatório. Se houver documentos falsificados, a empresa certamente responderá criminalmente pelo fato.

Diante da situação, a Comunicação informou que a Prefeitura de Mossoró suspendeu o processo licitatório para que toda a documentação apresentada fosse analisada e que o resultado será divulgado na semana que vem.

A visão do blog é a de que o Mossoró Cidade Junina tomou uma dimensão grandiosa nos últimos anos. Qualquer empresa que tenha olhar centrado no horizonte tem interesse em coordenar evento de tal porte. Diante disso, e aqui não se diz que seria natural, podem ocorrer situações como a que se vivencia. E, frise-se, se houve erro, as empresas devem responder por omissões ou documentos falsificados. A idoneidade no trato com a coisa pública deve ser do início. E, ao ver do blog, a Prefeitura acertou ao suspender o processo para que não pairem dúvidas sobre a legalidade da licitação. O resto é aguardar o resultado. 

Reitoria discute com a ADUERN a retomada de negociação

Unir forças em busca do diálogo. A equipe da Reitoria da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e membros da Associação dos Docentes da UERN (ADUERN) reuniram-se hoje, 04 de maio, para discutir os 15 itens da pauta entregue pela categoria docente à Universidade.

Investimentos em infraestrutura, concurso público, melhorias para os campi, obras de acessibilidade, aquisição de transporte para aulas de campo, dentre outros itens, foram discutidos e justificados. Também foram apontados os avanços em pontos considerados como prioridades. Um desses avanços contemplados é a retomada das obras do  Campus Avançado de Natal, com prazo de conclusão previsto para 12 meses, mas que poderá ser finalizado até dezembro deste ano.

O item 1 – que cobra o realinhamento salarial de 98,28% - foi o mais discutido. O Reitor Pedro Fernandes se comprometeu a assumir o papel de interlocutor no diálogo entre a categoria e o governo do Estado. “Vou tentar agendar uma reunião para discutir esse assunto com o governo do Estado”, afirmou Pedro Fernandes, que pediu um prazo até sexta-feira (06) para informar essa data à ADUERN.

O presidente da ADUERN, prof. Lemuel Rodrigues, falou sobre a defasagem salarial e a necessidade de avançar no Plano de Cargos, Carreira e Salários da UERN. “O reitor terá nosso apoio nesse processo de negociação. Estamos aguardando até sexta-feira por essa resposta da reunião”, afirmou Lemuel

Sobre o atraso do pagamento salarial do mês de abril, o Reitor Pedro Fernandes compartilhou a conversa que teve essa semana com o secretário de Orçamento e Finanças, Gustavo Nogueira. Na ocasião, o reitor argumentou que a UERN deve receber no mesmo dia dos servidores lotados na Secretaria de Educação e Cultura do Estado (SEEC) – o que não ocorrerá neste mês, já que o pagamento de abril dos servidores da UERN ficou para o dia 10 de maio.


terça-feira, 3 de maio de 2016

Caern retém contas de consumo excessivo dos clientes

Para oferecer maior comodidade aos usuários da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), está sendo implantando um novo serviço de análise de contas que apresentam consumo excessivo. Dessa forma a empresa evita o deslocamento do cliente aos escritórios a fim de registrar o atendimento (RA) que é o início do processo. De acordo com o novo procedimento, quando o técnico faz a leitura do hidrômetro e verifica que o consumo de água foi superior a cinco vezes a média dos últimos meses, a fatura é retida e o consumidor recebe um aviso contendo as orientações. A partir daí é feito um Registro de Atendimento (RA), sem a presença do usuário, para apurar as causas da alteração no consumo.

Uma das instruções ao consumidor é para a disponibilizar os serviços eletrônicos da Caern, através da Loja Virtual, inserida no site ou telefonar par um dos números contidos na própria conta na parte superior à direita. O Aviso adverte que foi registrada uma leitura de hidrômetro e constatado um consumo muito superior ao esperado. Para evitar transtornos, a Caern retém a conta para análise e posteriormente enviada. A empresa recomenda verificar a existência de vazamentos no imóvel.

VAZAMENTOS
A maioria dos excessos no consumo de água acontece por causa de vazamentos internos, muitas vezes não percebidos pelos usuários. O assessor Comercial José Dantas informa que quando isso acontece e o cliente retira o vazamento, a Caern retifica a conta que apresentou o “estouro” de consumo e faz outra com base na média de consumo dos seis meses anteriores ao vazamento. Mas adverte que o conserto do vazamento deve ser providenciado rápido porque de acordo com as normas e procedimentos da companhia, só é possível retificar até duas contas.

Os vazamentos mais frequentes são encontrados em válvulas de descargas, em boias quebradas, tubulações antigas e enterradas, torneiras e chuveiros que extravasam e mangueiras com pequenos furos. Comprovada a existência de vazamentos, o proprietário deve consertar imediatamente o dano, informando à companhia a solução do problema para obter desconto na emissão da nova conta.


No aviso entregue ao cliente, é apresentado o histórico de consumo dos últimos seis meses para que o consumidor avalie a quantidade de metros cúbicos de água consumida mês a mês pelo imóvel. O assessor Comercial, José Dantas, recomenda aos usuários que façam sua própria leitura, anotando os números aparentes no hidrômetro para que sejam comparados com o consumo do mês anterior e assim evitar surpresas com os excessos e valores elevados.

Museu da Cultura Sertaneja realiza programação especial

O Museu de Cultura Sertaneja (MCS) do CAMEAM/UERN e o Programa Raízes da Cultura Sertaneja (PROCULT) 2ª Edição convidam todos para participarem da 13ª Semana de Museu do Brasil, que será realizada de 18 a 22 de maio, na sede do Museu e em outros espaços do CAMEAM/UERN, na cidade de Pau dos Ferros/RN.

O evento contará com a presença do prof. Dr. Hélder Pinheiro, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), que fará a conferência de abertura no dia 18/05, às 19h, no auditório "Prof. Antônio de Farias Capistrano" (CAMEAM/UERN). Além disso, a programação conta com diversas atividades, tais como: oficina, minicurso, mesa-redonda, lançamento de livro, palestra e o resultado do I Concurso Cultural de Literatura de Cordel (edital abaixo).

Durante o evento serão oferecidas visitas guiadas à III Exposição Temática "Memórias dos engenhos e das casas de farinha", reafirmando a proposta do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) na 14ª Semana de Museus do Brasil, ao fazer alusão ao dia Internacional do Museu (dia 18/05) e a importância dos Museus para a sociedade.

Nos anos anteriores, o evento contou com participação expressiva da comunidade acadêmica, das escolas da região do Alto Oeste Potiguar e da sociedade civil. Recebeu visita de centenas de pessoas, oferecendo, por meio do Museu da UERN, a oportunidade de acesso à cultura e às memórias dos sertanejos.


Saiba mais sobre MCS - O Museu da Cultura Sertaneja se constitui em um espaço reservado à cultura, à memória, à identidade e ao patrimônio material e imaterial do sertão nordestino. É um ambiente aberto à visita, ao conhecimento e ao desenvolvimento de projetos de pesquisa e extensão vinculados à UERN e à sociedade.

Fonte: Agecom/UERN