terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Rosalba discutirá novo Campus do IFRN no MEC

A prefeita Rosalba Ciarlini aproveitou a vinda do ministro da Educação, Mendonça Filho, a Natal, na segunda-feira, 30, para solicitar uma audiência para tratar da implantação do segundo campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia para Mossoró. A audiência foi confirmada para a próxima semana.

“Quando senadora, apresentei projeto de lei propondo a criação de dez IFRNs e Mossoró é um deles”, recordou Rosalba, adiantando que a intenção é que a nova unidade seja implantada na região norte da cidade, possivelmente, no bairro Santo Antonio.

A prefeita considera que a cada dia se torna mais necessário ao jovem mossoroense o acesso profissional e tecnológico, como forma de melhor assegurar sua presença no mercado de trabalho e realização pessoal.

Na semana passada, a prefeita recebeu em seu gabinete o reitor do IFRN, prof. Wyllys Abel Farkatt Tabosa,  o diretor-geral do Campus Mossoró, Jailton Barbosa e os professores Hélio Henrique Cunha e Alexandre Lopes.

Na ocasião, anunciou que iria procurar o ministro da Educação para resgatar o projeto de um novo campus para Mossoró. Nesta segunda-feira, surgiu a oportunidade e a prefeita Rosalba já assegurou que irá ao encontro do ministro para conversar sobre a criação da nova unidade do IFRN.


A prefeita Rosalba acompanhou toda a agenda de Mendonça Filho, a convite do próprio ministro.

Salário de janeiro na conta dos servidores

Conforme assegurado pela prefeita Rosalba Ciarlini, os servidores públicos do Município vão receber em dia o salário referente ao mês de janeiro. O pagamento completo do mês corrente, com o terço de férias e ainda o 13º salário dos aniversariantes do mês será creditado nesta terça-feira, 31.

O secretário de Administração e Finanças, Ronaldo Cruz, explicou que a dívida da gestão passada com os Correios fez com que a não realização dos serviços postais preocupasse, mas o débito foi quitado. “Tivemos dificuldades devido à diminuição da arrecadação, por causa da inadimplência junto aos Correios, mas o problema já foi sanado. Além disse, a economia feita com a diminuição dos cargos comissionados no mês de janeiro ajudou”, disse.

Já o pagamento do mês de novembro, que foi deixado em atraso pela gestão anterior, será honrado pela Prefeitura de Mossoró no próximo dia 10, como foi apresentado em audiência com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDISERPUM), na semana passada.

O pagamento referente ao mês de dezembro de 2016 será anunciado em audiência com o Sindicato, marcada para o dia 22 de fevereiro. “É importante esse diálogo constante com a categoria. O pagamento do funcionalismo é uma das prioridades dessa administração”, destacou a prefeita Rosalba Ciarlini.

Veja o calendário de pagamento anunciado na reunião de 26 de janeiro:

Janeiro – pagamento 31/01 (com 1/3 de férias)
Novembro ( mês em atraso) – pagamento 10/02

Fevereiro – pagamento 02/03

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Mossoró deverá ter período chuvoso dentro da média

O I Fórum Climático da Região Oeste reuniu cerca de 200 representantes de Mossoró e demais municípios da Região Oeste do Rio Grande do Norte. O evento teve o intuito de discutir as previsões da meteorologia, devido à necessidade dos agricultores.

O meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot, destacou que as previsões da meteorologia para a o Oeste do Estado apontam que deve chover nos próximos meses 778,4 milímetros, sendo destes 75,6% entre os meses de fevereiro e maio. Ele explica que já estão acontecendo algumas chuvas no interior do Estado, mas que ainda não são chuvas do período chuvoso. “Deveria haver mais fóruns como esse, para aproximar o agricultor e o pecuarista da informação e que ela sirva para o desenvolvimento regional”, destacou.

O secretário de Estado de Recursos Hídricos, Maírton França, destacou que a situação dos reservatórios no Estado é crítica, mas que espera chuvas dentro da média. “Precisamos de resposta a curtíssimo prazo e essa resposta seria chuva mesmo, por exemplo, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves comporta pouco mais de dois bilhões de metros cúbicos e está com apenas 2% da capacidade”, explicou.

Mossoró hoje é abastecida por poços profundos da Caern e pela barragem Armando Ribeiro Gonçalves, a perspectiva, segundo o secretário, é que comece a ser abastecida também pela adutora Santa Cruz. “Essa Adutora está com apenas 3% faltando para ser concluída, falta basicamente um trecho dentro da cidade de Apodi. Nós estamos junto com a Caern vendo a possibilidade de perfuração de poços de alta vasão ao longo desta adutora, para o caso de Mossoró vir a precisar”, continuou Maírton França.


A secretária municipal de Agricultura e Recursos Hídricos, Katherine Bezerra, resumiu como positivo o evento. “Acho que os agricultores ficaram satisfeitos com os esclarecimentos. Atingimos o objetivo, tenho certeza que cada um deles entendeu. Nosso próximo passo é estabelecer o calendário agrícola”, concluiu.

Secretaria de Educação divulga balanço de matrículas

A Secretaria Municipal de Educação anuncia o primeiro balanço das matrículas realizadas na rede de ensino. Ao todo, foram efetivadas 18.458 matrículas nas diversas unidades, que incluem Unidades de Educação Infantil (UEI´s), escolas nas zonas urbana e rural.

Segundo informações da Unidade de Registro Escolar, o Município dispõe de 38 UEI´s, 32 escolas na zona urbana  e 29 na zona rural.  A rede municipal de ensino concluiu 9.725 matrículas em unidades na cidade, 2.685 nas localidades rurais e 6.048 em unidades infantis.

Apesar do encerramento do período de matrículas, ainda há vagas disponíveis em algumas instituições, que serão preenchidas posteriormente.


Nem Olx resolve problema de Silveira

Não. Não é possível. Nem a Olx é capaz de fazer o ex-prefeito Silveira Júnior desapegar. O blog acabou de ler agora uma afirmação que ele fez acerca do pagamento dos servidores relacionados ao mês de novembro. Ao "RN Mais", Silveira afirmou que a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) não pagou a folha daquele mês porque simplesmente não quis. E ele diz o motivo: em 30 de dezembro R$ 3,5 milhões entraram nos cofres da Prefeitura.


Ele afirmou que, com esse dinheiro, os 523 servidores da saúde poderiam ter sido pagos. Ora, mas em 30 de dezembro o prefeito era ele. E o blog faz a pergunta: por quais motivos Silveira Júnior não pagou os servidores da saúde e deixou acumular para que sua sucessora tivesse que encarar o nó administrativo? Se tinha dinheiro, faltou ao ex-prefeito, no mínimo, bom senso para evitar que famílias passassem privações. Sim, pois quem trabalha quer receber. Por mais que a pessoa goste do que faça, é preciso receber por isso.

A boa vontade, surgida depois do problema, pouco ajuda. O blog diz isso com base em comentário feito recentemente, acerca do ato de duvidar de quem diz que vai fazer sem nunca ter feito nada. Se enquadra perfeitamente no assunto em questão: se o dinheiro existia, por quais motivos não se pagou? E se tinha dinheiro, o que levou a equipe do ex-prefeito a omitir informações durante a transição? Sim, porque o que mais se diz, pelo atual secretariado, é que não se tinha dados sobre ações. Se não tinha isso, quanto mais sobre a folha de pagamento.

O blog não está, com esse comentário, condenando o ex-prefeito. Só comentando o comentário dele: totalmente desnecessário e fora de todo e qualquer contexto. E repete: se tinha dinheiro em 30 de dezembro, por quais motivos não se pagou aos servidores?

Só Freud explica essa!

sábado, 28 de janeiro de 2017

R$ 2,4 mi são repassados aos prestadores de serviços

A Secretaria de Saúde de Mossoró confirmou o repasse de 2.485.978,034 para prestadores que complementam o serviço SUS no Município. Os valores foram creditados nesta sexta-feira, 27.. A Associação de Assistência e Proteção a Maternidade e a Infância de Mossoró (APAMIM) recebeu recursos da ordem de R$ 1.061.058,95. Os valores foram repassados ainda para Rede Cegonha, hospitais, laboratórios, entre outros.

A Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer não recebeu o repasse porque não apresentou a nota de serviço relativa ao mês anterior.

Segundo o secretário de Saúde, Benjamin Bento, o recurso entrou no dia 10 deste mês, mas em virtude do processo de abertura de orçamento, hoje os valores foram creditados e todo o repasse efetuado.


“Todos os que apresentaram a produção de dezembro estarão recebendo integralmente para que possam se capacitar e continuar servindo e cuidando da população”, disse a prefeita Rosalba Ciarlini.

PMM perde R$ 42 mi em projetos à Rio Branco

Uma das prioridades do governo da prefeita Rosalba Ciarlini é a de investir na Avenida Rio Branco, Corredor Cultural de Mossoró. Na tarde desta sexta (27) a Secretária de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos, Kátia Pinto, e o Secretário Executivo de Infraestrutura, Projetos e Serviços Urbanos, Yuri Tasso, se reuniram pela primeira vez com a equipe técnica para tratar sobre o planejamento para a Avenida.

“Dentro do plano de governo, a prefeita Rosalba estabeleceu como prioridade planejar urbanisticamente o Corredor Cultural que é a Avenida Rio Branco. Vamos discutir primeiro com o corpo técnico e depois vamos para as etapas de classe, como o Conselho de Arquitetura e Urbanismo, o próprio CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), o SINDUSCON (Sindicato da Indústria da Construção Civil), e as instituições acadêmicas da cidade que podem contribuir tanto com o seu corpo de professores quanto de projetos”, explicou Kátia Pinto, que lamentou o fato de que o Município perdeu R$ 42 milhões para a realização da obra. “Agora estamos tentando resgatar através do projeto executivo. Estamos começando os levantamentos preliminares para que ao longo de 2017 a gente possa estar com esse projeto apto e pronto para captar recursos e ter condições de executar essa obra”, complementou.

Como o Corredor Cultural é uma das prioridades da gestão, as reuniões devem ocorrer de forma semanal.  “À medida que tivermos discussões, o objetivo é que a gente tenha semanalmente reuniões. Não é uma obra pequena. São quase 9km de extensão e várias intervenções na questão urbanística e viária”, finalizou Kátia.

Estiveram presentes na primeira reunião, Eduardo Falcão, gerente de Planejamento Urbanístico, Valmir Arcanjo, Gerente Executivo de Infraestrutura, Doriana Burlamaqui, Secretária Executiva de Urbanismo e Meio Ambiente, Yuri Tasso, Secretário Executivo de Infraestrutura, Projetos e Serviços Urbanos e Vera Cidley, professora da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), e também arquiteta efetiva do município.


Prefeitura reabre CEO II

A prefeita Rosalba Ciarlini entregou na tarde desta sexta-feira, 27, as instalações do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), cuja estrutura foi reformada já nesta gestão. O equipamento estava sem funcionamento após ser interditado no ano passado pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO), devido à falta de condições para atender a população. O CEO 2 oferecerá a partir da próxima segunda-feira, 30, serviços de periodontia, estomatologia, cirurgia, endodontia e odontopediatria.

O secretário de Saúde, Benjamim Bento, explicou que a porta de entrada para os serviços é a Atenção Básica, ou seja, os pacientes devem vir encaminhados das Unidades Básicas de Saúde (UBSs). “Em havendo necessidade, ele busca a UBS e vem encaminhado pelo profissional de odontologia de lá para o Centro de Especialidades Odontológicas”, destacou.

O local contará com oito profissionais desde endodontista até cirurgião, para atender cerca de 200 pacientes por mês. “O CEO estava fechado desde 20 de outubro do ano passado. O município estava para perder a habilitação de funcionamento, então foram feitos os trabalhos de pintura, recuperação de estofados, cadeiras, lâmpadas, raio x, higienização, troca de pias, entre outros, e a partir de segunda-feira, 30, ele estará à disposição da população”, continuou Benjamim Bento.


A prefeita Rosalba Ciarlini anunciou na oportunidade que a próxima ação neste sentido é reativar os serviços do CEO 1, este, de acordo com a equipe de Saúde Bucal da Secretaria, não foi desativado pelo CRO, mas por falta de pagamento do aluguel do prédio onde funcionava, na Rua Jornalista Jorge Freire, Nova Betânia. “Queremos reabrir  em breve também o CEO 1. Lá, de acordo com a escala da Saúde, a quantidade de especialidades é ainda maior para atender à população”, concluiu a prefeita

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Nova rota de transporte público começa na segunda

O transporte público coletivo de Mossoró terá novos itinerários, a partir desta segunda-feira (30). As adequações, feitas em conjunto pela concessionária do serviço, Cidade do Sol, e a Secretaria de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito (Sesem), concentram-se no Centro, que ganhará 14 pontos de ônibus.

As ruas contempladas com novas rotas e paradas de embarque e desembarque ficarão em locais estratégicos, de grande concentração popular. Entre elas, a Coronel Gurgel, Augusto Severo, Santos Dumont, Juvenal Lamartine, Alberto Maranhão, Dix-sept Rosado e Mário Negócio.

Com exceção da linha Universidades, todas as outras sete linhas serão afetadas com a medida. Ao longo dos bairros, as rotas não sofrerão mudanças. As placas sinalizadoras das novas paradas de ônibus serão instaladas acontece neste domingo, 29.

“A ideia é levar melhorias aos nossos usuários, que terão mais comodidade, com pontos de embarque e desembarque na área central. Isso vai facilitar o acesso ao comércio e até ajudar a minimizar um problema comum aos mossoroenses, que é o déficit nas vagas de estacionamento”, destaca Waldemar Araújo, diretor da Cidade do Sol.


Prefeita discute criação de novo campus do IFRN

A prefeita Rosalba Ciarlini recebeu na manhã desta sexta (27) representantes do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia (IFRN). Na reunião, estiveram presentes o reitor Wyllys Farkat Tabosa, o diretor do campus Mossoró Jailton Barbosa, além de representantes acadêmicos.

Um dos pontos de discussão é a criação de um novo campus do IFRN para Mossoró. A intenção é que o novo local tenha posicionamento mais central e possa facilitar o acesso de estudantes dos bairros das zonas norte e oeste do Município.  “Sabemos da importância do Instituto para a Mossoró e região. O nosso interesse é dar o apoio necessário e analisar o projeto, para que possamos ampliar essa parceria em prol da educação”, destacou a prefeita.


A prefeita Rosalba Ciarlini pretende levar o projeto ao Ministério da Educação e discutir parcerias e ações a serem desenvolvidas no Município.

Equipamentos sociais em reforma e manutenção

A secretária do Desenvolvimento Social e Juventude, Lorena Ciarlini, esteve visitando hoje alguns equipamentos sociais localizados nos bairros Barrocas, Santo Antônio e Bom Jardim. O intuito da visita foi ver os números de atendimentos dos programas sociais em cada local, além das estruturas físicas dos prédios onde funcionam os Centros de Referências em Assistência Social (CRASs) e Unidade de Convivência da Família (UCF).

Dos três equipamentos visitados, a UCF Barrocas é a que atende ao maior público, sendo 140 crianças de segunda a quinta-feira, manhã e tarde, 70 idosos nas sextas-feiras e 40 jovens, também nas sextas.

A Unidade está passando por uma reforma na estrutura, para que as atividades deste ano sejam iniciadas. O prédio está com infiltrações, faltam em média 30 lâmpadas, dificuldades de acessibilidade, entre outros problemas. “Um dos grandes problemas aqui é a insegurança, já foi arrombado algumas vezes. Além disso, faz tempo que não recebemos materiais, os telefones estão cortados desde o início de dezembro por falta de pagamento, temos uma sala de dança, mas não temos professor, temos procura por atividades para grupos de mulheres, mas não temos atividades para elas”, disse Mara Rúbia, pedagoga da UCF Barrocas.

A secretária Lorena Ciarlini constatou que o local estava sem reforma ou manutenção há nove anos. “Aqui é um espaço muito bom para todas as atividades que possam ser oferecidas, por isso tem que ser bem aproveitado. Estamos fazendo um levantamento dos serviços necessários e vamos ver como isso se encaixa no orçamento da Secretaria”, explicou.

Também foram visitados o CRAS Santo Antônio e o CRAS Bom Jardim. Nos Centros de Referência são oferecidos atendimentos com psicólogos e assistentes sociais, além de atividades de lazer e entretenimento para crianças, jovens e adultos. “Estamos elaborando a programação para dar início às atividades deste ano nos equipamentos, mas, antes disso, os prédios devem passar por reparos, pois em todos encontramos problemas na estrutura física”, continuou Lorena.


De acordo com a secretária, visitas semelhantes serão feitas em todos os equipamentos sociais do município. “É importante conhecer de perto a realidade de cada um dos equipamentos, desde o funcionamento à estrutura física, para que possamos chegar às necessidades das pessoas que são atendidas em cada um deles”, concluiu.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Pedro e Fátima defendem fortalecimento da Uern

Professores, técnicos e estudantes de diferentes departamentos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) acompanharam o registo de candidatura do reitor Pedro Fernandes, que concorre à reeleição, e a professora Fátima Raquel, para o cargo de vice-reitor da Instituição. O ato ocorreu na tarde desta quinta-feira, 26, na sede reitoria da Universidade.

O reitor Pedro Fernandes informa que sua decisão de se candidatar à reeleição atende um desejo de representantes de vários segmentos da Universidade, que querem dar continuidade ao projeto de desenvolvimento e fortalecimento que vem sendo realizado na Universidade. Para o professor João Batista Xavier, que está na Uern desde 1977, Pedro Fernandes conseguiu muitas conquistas para a Universidade, mesmo em um momento de crise e de dificuldades financeiras.

Hoje, segundo os professores que apoiam este projeto, a Uern vivencia um momento de solidez acadêmica. De acordo com o reitor Pedro Fernandes, atualmente, todos os cursos da Universidade são reconhecidos, os programas de pós-graduação fortalecidos, houve ampliação na assistência estudantil. 

"Conseguimos desenvolver um processo de fortalecimento da Universidade. Agora, nosso desafio é aproximar ainda mais a comunidade acadêmica da sociedade, fazer com que todo conhecimento produzido não fique restrito aos muros da Universidade, que a Uern possa estar cada vez mais presente na vida da comunidade através de projetos de extensão, atividades de pesquisa e formação de profissionais capacitados", frisa.

Outra bandeira a ser defendida é a autonomia financeira da Universidade. Neste sentido, a professora Fátima Raquel compondo a equipe vem a fortalecer esta luta. Enquanto Pró-Reitoria de Planejamento, Orçamento e Finanças da Uern, Fátima Raquel está à frente do trabalho para a autonomia financeira da Uern, e conseguiu inserir o tema em duas Leis estaduais: o Plano Plurianual, 2016 a 2019, e Plano Estadual de Educação, 2015 a 2025. Ela também provocou a elaboração de um documento para atualizar um estudo sobre autonomia da Universidade.

Durante o registo de candidatura ao cargo de vice-reitor, Fátima Raquel enfatizou o desejo de contribuir para um projeto que vem dando certo e possibilitando várias melhorias para a comunidade acadêmica.

A eleição para a reitoria da Uern ocorrerá no dia 23 de março, das 8h às 22h. Neste ano, pela primeira vez será adotada a paridade dos votos de docentes, técnicos e estudantes para escolher os gestores da Universidade. "Defendemos a paridade dos votos na Universidade por entender que é Universidade é feita de docentes, técnicos e estudantes. No final do ano passado, a mudança foi aprovada pelo Conselho Universitário (Consuni)", diz Pedro Fernandes.

Fonte: Assessoria

Cidade do Sol e Desenvolvimento Social em parceria


A Cidade do Sol e a Secretaria de Desenvolvimento Social e Juventude trabalharão juntos em Mossoró. A parceria foi encaminhada entre o diretor da concessionária do transporte coletivo, Waldemar Araújo, e a titular da pasta, Lorena Ciarlini, em audiência nesta quinta-feira (26), na Secretaria.

A parceria prevê ações, como palestras nos ônibus, material educativo para passageiros, campanhas itinerantes, entre outras, e sintonia com o Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat), em construção no Conjunto Vingt Rosado.

“A Secretaria está em fase de reestruturação, fazendo um calendário anual de trabalho. Será muito válido usar os ônibus para se comunicar melhor com a sociedade sobre os serviços da pasta. É o interesse público em primeiro lugar. Vamos trabalhar em conjunto”, assinala Lorena Ciarlini.

Direito social
Waldemar Araújo destaca que a colaboração da Prefeitura fortalece, em Mossoró, o transporte público como direito social, conforme a Emenda Constitucional nº 90, de 15 de setembro de 2015, que estabelece esse princípio na Constituição (art. 6º), ao lado da saúde, segurança e educação.

“A parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Juventude beneficiará o usuário, o cidadão mossoroense, conscientizando sobre direitos, informando sobre serviços disponíveis, entre outras ações. Enfim, a população de Mossoró só tem a ganhar”, afirma o diretor da Cidade Sol.


Fonte: Assessoria/Cidade do Sol

Transporte coletivo terá mudança em linhas

Usuários de ônibus em Mossoró devem estar atentos às alterações na rota do transporte coletivo. Das oito linhas que estão ativas, sete sofrerão mudanças no itinerário.

Segundo informações da Secretaria de Mobilidade Urbana e Trânsito, os ônibus que seguiam pela Avenida Rio Branco, sentido bairro-Centro, agora vão dobrar à esquerda pela Avenida Augusto Severo e posteriormente passar pela Avenida Coronel Gurgel, no Centro da cidade. Dentre as linhas que operam em Mossoró, apenas uma permanece inalterada, que é a de acesso às universidades.

Novas paradas também já estão disponíveis na Avenida Coronel Gurgel, com quatro pontos de embarque e desembarque.

A mudança atende a necessidade do usuário que informou o interesse de ter acesso ao Centro. Essas informações foram confirmadas através da Pesquisa Origem-Destino, que é a principal ferramenta de planejamento da mobilidade urbana, com validade de cinco anos.

Veja os nomes das linhas que sofrerão mudanças no trecho do cruzamento entre as avenidas Rio Branco  Augusto Severo:

Abolições

Santo Antônio

Sumaré

Aeroporto/Doze Anos

 Vingt Rosado

Bom Jesus/ Belo Horizonte

Nova vida

A linha Universidades permanece seguindo o mesmo trajeto, pela Avenida Rio Branco e com acesso a Rua Nísia Floresta.


Rosalba recebe visita de presidente da FEMURN

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, recebeu na manhã de hoje a visita de Ivan Júnior, ex-prefeito do município de Assú e atual presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN). Ivan visitou a prefeita para dar as boas vindas e colocar a Federação, que agora tem como presidente eleito Benes Leocádio, à disposição para parcerias.

"Viemos fazer uma visita de boas-vindas à prefeita Rosalba Ciarlini. Estamos no período de transição para que o atual presidente Benes Leocádio coloque a Federação à disposição para fortalecer essa parceria. Vamos realizar encontros regionais em Mossoró e na região. Isso serve também para muitos prefeitos. Vim como porta-voz de Benes e colocamos o mandato à disposição da Prefeitura de Mossoró para fortalecer os projetos", comentou Ivan, ressaltando que a resposta da prefeita atendeu suas expectativas.


"A prefeita de Mossoró tem muito a contribuir com o movimento municipalista. Com certeza vamos levar essa mensagem ao presidente Benes, que vem fazer uma visita para traçar metas e projetos para a região oeste", finalizou.

Fonte: Secom/PMM

Mossoró não terá carnaval

Ao anunciar que não haveria investimento de verba pública á realização do Carnaval, a prefeita Rosalba Ciarlini, ao ver do blog, acertou em cheio. Ora, com a cidade em recuperação de vários problemas, servidores com salário em atraso, além de uma série de complicações administrativas herdadas, seria bem complicado fazer a população entender o contrário.

O blog não está dizendo aqui que Carnaval não é importante. Sim, é e muito. Até porque todo mundo tem o direito e deve se divertir. Mas o momento atual não é propício. De que adianta anunciar festa se existem outras carências?

A cidade precisa de atenção, de maneira geral. Algumas ruas necessitam de operação tapa-buraco urgente. E não é de hoje. Outras estão simplesmente intrafegáveis. com calçamento solto. Um baita problema para os proprietários de veículos. E para a Prefeitura, de maneira geral.

O blog torce, e muito, para que a prefeita Rosalba Ciarlini arrume a casa o quanto antes. Até porque Mossoró é uma cidade de médio porte e que atrai pessoas que buscam serviços diversos. Um calendário de eventos precisa, consequentemente, ser elaborado. Mas antes é preciso saber quem comandará a Secretaria de Cultura, a ser criada. Mas isso vai se dá lá pra fevereiro ou março, quando a prefeita deverá enviar projeto de reforma administrativa para apreciação da Câmara Municipal

Rosalba promete pagar novembro em fevereiro

Prefeitura de Mossoró e Sindiserpum estão, nesse momento, em negociação acerca do pagamento dos meses em atraso (novembro e dezembro, além de parte do 13º para alguns serviores). A audiência entre a prefeita Rosalba Ciarlini e a diretoria do sindicato ocorre no Salão dos Grandes Atos do Palácio da Resistência. O blog acompanhou a discussão inicial e apresenta a sugestão exposta pela prefeita à Marleide Cunha, presidente do Sindiserpum.

Rosalba expôs que pagaria o mês de janeiro dentro do mês e que o salário correspondente ao mês de novembro seria pago em 10 de fevereiro. Ela frisou que é preciso acompanhar as movimentação relacionada à receita própria, de arrecadação. Disse que o mês de dezembro ficará em aberto e, dependendo da arrecadação, apresentará uma data ao sindicato.

Pelas palavras de Rosalba, a verba relacionada ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM) foi praticamente toda retida, ficando nas contas da Prefeitura apenas R$ 55 mil. Disse que a retenção foi por conta de atraso no pagamento de encargos sociais e, por conta disso, a União reteve.

A prefeita frisou que, com relação ao pessoal da educação, que é pago com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento e Valorização do Magistério (Fundeb), a gestão anterior não efetuou o pagamento, apesar de existir verba específica para tal. Pela lei, 60% do que entra do Fundeb tem que se destinar a pagamento de pessoal.

Ao Sindiserpum, Rosalba disse que o resjuste do piso nacional dos professores sairá, retroativo a janeiro, no mês de fevereiro.

Não se tem definição ainda sobre o resultado da audiência, que segue na Prefeitura de Mossoró.


Atualizando (com informações da Secom/PMM)

Foi garantida a adequação do Município a Lei do Piso Nacional da Educação. O projeto será encaminhado à Câmara de Vereadores em fevereiro e o reajuste será pago com retroativo ao mês de janeiro.

A prefeita Rosalba Ciarlini também discute com o sindicato um calendário nacional de pagamento do funcionalismo. “Estamos avaliando o comportamento da receita, para poder assegurar a folha anual em dia. Esse é o nosso maior esforço, estamos trabalhando com muita determinação para conseguir honrar esse compromisso”, afirma.

Ficou acertada uma nova reunião para o dia 22 de fevereiro com o Sindiserpum. No próximo encontro será discutida uma previsão para os salários de dezembro, que não foram pagos pela gestão passada.

A Prefeitura de Mossoró estabelece, com isso, uma mesa de negociação permanente com a categoria. 

Veja o calendário de pagamento anunciado na reunião:

Janeiro – pagamento 31/01 (com 1/3 de férias)
Novembro ( mês em atraso) – pagamento 10/02
Fevereiro – pagamento 02/03



UBS ofertam vacina contra Febre Amarela

Apesar do Rio Grande do Norte não estar incluído entre as áreas de risco de Febre Amarela, é preciso ficar atento para em casos de viagens para outras regiões do país. De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina é recomendada para moradores das regiões Norte e Centro-Oeste, parte do Nordeste (Maranhão, sudoeste do Piauí, oeste e extremo-sul da Bahia), do Sudeste (Minas Gerais, oeste de São Paulo e norte do Espírito Santo) e do Sul (oeste do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

Em Mossoró, quem for viajar para um desses locais considerados de risco deve procurar uma destas quatro Unidades Básicas de Saúde, no prazo de 10 dias antes. São elas: Maria Soares da Costa, Dr. José Fernandes de Melo, Dr Lucas Benjamin e Francisco Pereira de Azevedo. “Indicamos que só se deve tomar a vacina quem for para áreas de risco. Esse atendimento é concentrado, porque o imunobiológico precisa de alguns cuidados especiais”, explicou o secretário de Saúde de Mossoró, Benjamin Bento.

A vacina de febre amarela deve ser administrada em duas doses, seja para crianças ou adultos. As crianças devem recebê-la aos nove meses e aos quatro anos de idade. Assim, já fica protegido para a vida toda. Para quem não tomou as doses na infância é necessário tomar uma vez, que tem efeito durante 10 anos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não recomenda a vacina para pessoas com doenças que baixam a imunidade, a exemplo do lúpus, câncer e HIV. Outras restrição é a imunização da população idosa, além de grávidas e alérgicos a gelatina e ovo. 


Fonte: Secom/PMM

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Rosalba receberá Sindiserpum às 10h

A prefeita Rosalba Ciarlini receberá, em audiência, a diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindiserpum). A pauta não poderia ser outra: discutir como a Prefeitura de Mossoró vai pagar o salário em atraso, herdado da administração anterior. Existem casos em que servidores estão com até três meses sem receber seus salários.

O encontro da prefeita com o Sindiserpum será às 10h. A prefeita já havia informado ao sindicato que o salário será pago dentro do mês trabalhado. A começar por janeiro, conforme calendário de pagamento já anunciado pela Prefeitura. O que se discutirá agora diz respeito aos meses que estão em atraso.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

PMM paga R$ 420 mil aos Correios

A Prefeitura de Mossoró pagou R$ 420.130,70 aos Correios. A dívida, da gestão do ex-prefeito Silveira Júnior, impediu que o Município arrecadasse cerca de R$ 7 milhões em IPTU e multas de trânsito. A afirmação numérica foi feita pela prefeita Rosalba Ciarlini durante entrevista concedida à TCM, cujo material vai ao ar no próximo domingo, conforme noticiou a jornalista Carol Ribeiro (apresentadora).

Do montante pago, R$ 375 mil são dívida em si e o restante, de juros e honorários advocatícios.

A negociação da dívida com os correios foi feita ainda durante a primeira semana da atual gestão. A prefeita Rosalba Ciarlini, segundo disse a Secretaria Municipal de Comunicação Social, autorizou a Secretaria de Administração e Finanças a quitar o débito.

Sinceramente, o blog não entende como uma gestão deixa atrasar pagamento dos Correios. Como é que vai arrecadar? Sem enviar boletos do IPTU e multas de trânsito, como é que se terá dinheiro para sanar outros problemas?

Um sorriso faz toda a diferença

Sorrir alivia estresse, acalma a alma e projeta ânimo ao viver. Algumas pessoas simplesmente se enclausuram e evitam aglomerações pelo simples fato de não se sentirem à vontade com algo novo que surgiu com o tempo e que, de certa forma, seria inevitável. Mas, se o inevitável é impossível, é possível conviver perfeitamente com as novas possibilidades. Fala-se aqui da chamada reabilitação oral, pois dentes perdidos baixam a autoestima e fomentam o distanciamento social.

Hoje, existem inúmeras alternativas confiáveis que a ciência mostra, de forma segura. Em casos adversos de perda dental, de osso ou de condição de saúde bucal adequada, as tecnologias e alternativas que existem hoje são favoráveis e muito menos agressivas, mais eficazes e previsíveis. 

Para o odontólogo Ney Robson, o que precisa é fazer um bom diagnóstico, definir um planejamento com margem de segurança confiável, através de exames, radiografias, tomografias, com medidas para se elaborar o plano de tratamento adequado e personalizado naquele momento ao que se pretende melhorar.

“O mais importante é fazer um bom diagnóstico e um planejamento seguro. Sem nenhuma dúvida, teremos excelente resultado”, comentou Ney Robson, acrescentando que alguns podem ter dúvidas sobre o momento ideal para procurar ajuda. E a resposta dele é que o interessante é que se procure de forma preventiva. “Quanto menor o problema, torna-se mais fácil e com melhores chances de resolvê-lo. Se fizermos um parâmetro, desde uma pequena cárie, problema periodontal, a perda de um ou vários dentes... cada um tem um valor clínico, funcional e sentimental. O mais importante é conseguir manter sua dentição original e saudável, visto que nenhuma tecnologia vai substituir o dente natural com as mesmas características.”

Não é de hoje que se sabe que é importante se estar próximo do profissional de saúde bucal, realizando visitas de forma preventiva, assim como as pessoas fazem com profissionais de outras áreas, tais como: cardiologistas, urologistas, ginecologistas... A prevenção à saúde bucal é fundamental. “Não só com relação ao elemento dentário em si, mas com uma visão mais ampla, funções do sistema estomatognático, doenças mais complexas (câncer), eventualmente presentes na cavidade bucal e que podem interferir intensamente no organismo e na vida das pessoas”, frisou.

E o correto, reforça Ney Robson, é fazer a prevenção, independente de idade. Criança, jovem e idoso. “A melhor indicação para pacientes que perderam seus dentes, sem nenhuma dúvida, é a reabilitação oral através de implantes dentários, baseado em dados científicos e casuísticos realizados há mais de 20 anos no mundo inteiro.”

Ao afirmar que não existe limite de idade para se cuidar com relação a tratamentos com a saúde bucal, o odontólogo reforça essa teoria ao comentar que a odontologia cuida da saúde da criança ainda no útero da mãe, no sentido de evitar futuros problemas de saúde bucal. “Cuidados com alimentos, higiene, tanto na criança e adolescente, se fazem necessário do adulto ao idoso. Sobretudo hoje, com o aumento da expectativa de vida das pessoas no Brasil. A busca por uma melhor qualidade de vida das pessoas que chegam aos 60 anos bem, é muito observado nos consultórios. As pessoas querem melhorar a sua saúde bucal também, querendo deixar os dentes com potencial de mastigação melhor, mais confortável e estética mais agradável.”


O bom resultado técnico e a felicidade
do paciente são imensuráveis, diz odontólogo

Para Ney Robson, os valores das pessoas da terceira idade atual são diferentes dos das pessoas de duas décadas atrás: tirar os dentes ou ficar sem eles era uma razão e comum. Hoje, não. A perda do dente significa muita mais. “Além da perda da autoestima, de valores sentimentais, funcionais... Embora idosas, as pessoas querem estar participando da vida social em condições favoráveis e feliz, afinal, a felicidade não tem idade. O tempo: esse tempo é relativo. Toda hora é hora. Todo momento é momento. O importante é cuidar o mais breve”, disse.

Voltar a sorrir e ter qualidade de vida, com boa mastigação é possível. Com as condições que a odontologia possui no mundo inteiro, tem-se focado esses parâmetros do bom planejamento e diagnóstico. “Andando juntos (experiência e conhecimento), conseguimos estabelecer condição confiável de resultado. O importante, para a o nosso dia a dia, não é o tempo do tratamento ou honorários envolvidos. O mais importante é o resultado. O bom resultado diz tudo. Resolve todas as dificuldades criadas no começo (medo, dúvidas, financeiro)”, disse o odontólogo.

Atualmente, a reabilitação oral é possível de forma bem menos invasiva do que décadas atrás. Ney Robson disse que trabalha com implantes há mais de 20 anos. No começo, disse que muitos procedimentos, nem tão extensos, eram quase na sua totalidade realizados em ambientes hospitalares, com anestesia geral. Os riscos cirúrgicos eram bem mais elevados. Com o passar do tempo, a odontologia foi estudando e percebendo que precisaria avançar para trazer mais segurança e conforto aos pacientes.
“Nos últimos 20 anos, houve uma revolução tecnológica fantástica. Inverteram-se. Antes, 70% dos procedimentos de enxertos e grandes volumes de implantes eram realizados em hospitais. Hoje, é o contrário: 70% ou 80% dos casos passaram a ser no próprio consultório.” O uso de biomatérias, células-tronco e plasma rico em fibrina-PRF promoveram uma revolução na odontologia, evidenciando ótimos resultados clínicos.

Nos tempos de hoje, com os implantes consolidados e popularizados, os desafios da odontologia reparadora são outros: recuperar os tecidos (osso e gengiva) perdidos com a finalidade de deixar cada vez menos pessoas sem dentes (com implantes), e isso também tem sido superado em grande magnitude, conforme Ney Robson.

O que possibilitou tal quadro se deu através da biotecnologia, dos avanços tecnológicos. “As coisas avançaram que chegaram a essa realidade. Melhorou inclusive a questão de valores, facilidade de adquirir conhecimentos. A odontologia brasileira é reconhecida internacionalmente, e isso permitiu acesso mais fácil aos profissionais. Cursos de ponta só aconteciam nos grandes centros. Terminei minha graduação na UFPB e precisei ir estudar na USP-São Paulo durante quatro anos para poder me qualificar melhor dentro da então recém-chegada especialidade de implantodontia em nosso país, pois aqui no Nordeste não havia essas opções. Quem queria o melhor, tinha que ir para fora. Evidentemente, inúmeras adversidades existiram e foram superadas. No entanto, me qualificou, facilitou muito e norteou a minha vida profissional.

Atualmente , o país inteiro tem bons profissionais. Todos ganham, a odontologia e a própria sociedade”, comentou. Ney Robson é graduado em Odontologia, especialista em implantologia e em prótese dentária, além de imageologia-Slmandic. Foi secretário de Saúde de Alexandria, diretor-geral do Hospital Regional Tarcísio Maia e é sócio-diretor da Oral Clínica em Mossoró.

Fonte: Jornal de Fato

sábado, 21 de janeiro de 2017

Como resolver tudo em 21 dias?

Estamos mesmo em que dia de janeiro? Neste sábado são exatos 21 dias. Esse é o tempo que a atual administração mossoroense tem para maturar tudo e apresentar respostas a todos os problemas que a sociedade local enfrentou, pelo menos, nos últimos dois anos. Esse é o pensamento de alguns, que insistem em exagerar na dose e partir para o ataque. Simplesmente por atacar. O blog já leu de tudo e, por último, de que o problema no sistema carcerário é da prefeita Rosalba Ciarlini, que foi governadora do RN e com mandato encerrado em 31 de dezembro de 2010. De lá para cá são exatos dois anos e 21 dias de distância.

O problema é que alguns insistem na teoria do imediatismo. Vamos por parte: Mossoró fechou 2016 com salários em atraso. Dias passados o blog com uma agente de saúde e esta afirmou que ficou sem receber meses de novembro, dezembro e o décimo, que é pago no mês de aniversário do servidor. No caso dela, foi novembro. Assim como essa agente de saúde, certamente outros exemplos estão surgindo e avolumando queixas. O servidor tem o direito de receber, sim. É fato.

Esse era só um exemplo para ilustrar a situação de caos em que estava Mossoró. O blog não está fazendo apologia em favor de Rosalba ou dizendo que não se tem problemas. O que está se colocando aqui é que, a priori, é apresentado um prazo para novos gestores apresentarem resultados. E esse prazo é, geralmente, de 100 dias. Algo que não deve ser levado em consideração em  Mossoró, pois os exageros no mundo virtual são gritantes. Mas vamos com calma... 

A própria prefeita já disse que vai pagar aos servidores. E o blog entende que só não houve avanço nas afirmações de Rosalba porque falta o básico em todo início de governo: informação. Algo que não se teve na transição e os problemas simplesmente se avolumam quando uma nova gestão começa sem que tenha, em mãos, noção sobre o andamento de questões administrativas. O blog não vai dizer que foi algo maquinado pela gestão passada... Mas abre margens para isso...

Olhem a saúde, por exemplo: as Unidades Básicas de Saúde estavam desabastecidas de medicamentos e de material de expediente. A UBS Dr. Ildone Cavalcante, no bairro Barrocas, ainda segue fechada, tal os descalabros deixados. E quem sobre é a população. Pacientes estavam sem transporte para tratamento em outras cidades... Enfim, um baita problema que começou a ser solucionado. E o blog volta a dizer: não está defendendo a atual gestão. Apenas enfatiza que não se pode cobrar demais sem que se tenha cobrado da gestão anterior. Quem faz isso está sendo, no mínimo, intransigente e escrevendo pelo simples fato de escrever algo contra. Só isso.

Agora com relação à segurança, não se pode atribuir à prefeita Rosalba algum problema na área. O governador do Rio Grande do Norte, há dois anos e 21 dias, é Robinson Faria. E cabe a ele apresentar alguma solução. A Agência Brasil traz material dizendo que Robinson vai, em outras palavras, fechar o presídio de Alcaçuz, onde aconteceu - e está acontecendo - briga de facções criminosas que lutam pelo domínio do poder paralelo. Se fosse questão a ser resolvida por Rosalba, quem estaria afirmando isso à Agência Brasil era ela, e não Robinson. Não é verdade? Então é hora de dar um  tempinho e esperar, pelo menos, um mês de administração. Já que tolerância de 90 dias não deverá ser respeitada.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

PMM retoma serviços em trabalho de reorganização administrativa

Limpeza pública intensificada, iluminação de ruas retomada, abastecimento das Unidades Básicas de Saúde e obras iniciadas. Tudo isso em apenas três semanas de administração. A prefeita Rosalba Ciarlini tem enfatizado que o choque de reorganização precisa tomar conta da cidade para que a população possa ter a certeza de que um novo momento se iniciou.

As ações que estão sendo executadas na área da Secretaria Municipal de Infraestrutura, por exemplo, seguem a demanda da própria sociedade. É que ainda não se tem como apresentar, com detalhes, projetos que serão executados, uma vez que todas as pastas ainda estão em processo de formatação de informações. É que não houve transição e, por conta disso, dados sobre convênios e projetos estão sendo catalogados um a um.
Mesmo assim, já é possível identificar diferença. A cidade está mais limpa e organizada, mesmo em pouco espaço de tempo. À medida que as informações sejam coletadas e projetos organizados, a tendência é que mais ações possam ser concretizadas.

Na Secretaria da Infraestrutura, a titular da pasta prepara uma série de ações que vão desde coleta de lixo, passando por saneamento, habitação e outros.

Na saúde, a prefeita Rosalba Ciarlini tem direcionado atenção especial, no sentido garantir atendimento à população. Prova disso foi o abastecimento de medicamentos e de material de expediente em todas as Unidades Básicas de Saúde. Além de, logo nos primeiros dias de governo, ter retomado transporte para pacientes que fazem tratamento em outros municípios e o conserto de ambulâncias que estavam quebradas.

O choque de reorganização passa por todos os setores e o objetivo da prefeita é acelerar ações, no sentido de fazer valer o que espera a própria sociedade em termos de serviços públicos, seja em qual área for.


Fonte: Secom/PMM 

O Nogueirão está liberado

A Prefeitura de Mossoró, através da Procuradora do Município, se debruçou sobre o problema, deu todo suporte a LDM, orientando-a a entrar com recurso na justiça pleiteando a imediata liberação. Resultado: o Nogueirão está liberado para as partidas do Estadual 2017. 

A prefeitura se posicionou dessa forma porque entende que todos os itens de segurança essenciais já haviam sido atendidos e a ausência de corrimões que foi apontada pelo corpo de bombeiros como razão de negativa para abertura do estádio não é uma questão que oferece risco ao torcedor.

A prefeitura apoiará e deseja sucesso aos nossos times na disputa desse estadual, aproveitando o ensejo para  convocar  os nossos torcedores a prestigiarem o Potiguar e Baraúnas em todos os jogos desse Estadual!

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Prefeita assegura pagamento de janeiro em dia

Em audiência realizada no final da manhã desta segunda-feira (16), a prefeita Rosalba Ciarlini recebeu representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindiserpum). O encontro atendeu solicitação da categoria e mostra a iniciativa da administração de buscar  o diálogo com os servidores.

A partir da audiência, foi apresentada a definição sobre o pagamento relativo ao mês de janeiro, que será em dia, além do terço de férias para os professores. Foi garantida também a adequação do município à Lei do Piso Nacional. “Nós encaminharemos o projeto para aprovação da Câmara Municipal de Mossoró, assim que o legislativo retornar do recesso. Esperamos pagar o retroativo a partir de primeiro de janeiro, logo que a lei for aprovada”, destacou a prefeita Rosalba Ciarlini.

Com relação aos valores em atraso deixados pela administração anterior, a Prefeitura está concluindo o levantamento das informações e pretende dar uma previsão aos servidores em uma nova reunião agendada para o dia 26 deste mês.  “Considero esse primeiro encontro muito positivo. Ouvimos todas as reivindicações e são todas preocupações  pertinentes. Estamos levantando todas as informações e em um grande esforço  para honrar os compromissos”, informa a prefeita.


Fonte: Secom/PMM